OUTUBRO ROSA PET

Outubro é o mês de prevenção e alerta ao câncer de mama nas mulheres. Mas você sabia que também existe o OUTUBRO ROSA PET? Um mês voltado a prevenção da enfermidade nos nossos bichanos.

O câncer de mama é uma das doenças mais temida nas mulheres e em quem tem um PET em casa, pois esse é um dos principais tumores que atingem os mesmos. Você sabe como prevenir, identificar e agir nesses casos? Se você tem dúvidas, continue lendo esse artigo.

Você sabia que nos cães, a probabilidade de um tumor maligno é cerca de 50 à 60%, enquanto que nos felinos esse número sobe para 80 à 90%? Você sabia que existe um grande equívoco quanto à essa doença, já que ela não atinge só cães e gatos fêmeas, mas os machos também, mesmo que em menor escala? Portanto, a prevenção precisa ser em todos de ambos os sexos.

Da mesma maneira que em nós humanos, o segredo de um tratamento eficiente é ter um diagnóstico precoce. Por isso, é preciso ficar atento aos sintomas que indicam o surgimento da enfermidade e levar periodicamente seu peludo ao veterinário para acompanhar a saúde do mesmo.

 

A CAUSA DOS TUMORES

Assim como nos humanos, não há uma única origem para o câncer. Mas existem alguns fatores que aumentam as chances dos pets em terem câncer nas mamas, como predisposição genética, poluição, alimentação errada, obesidade e até mesmo fumaça de cigarro.

A aplicação de vacinas “anticoncepcionais” ou tratamentos hormonais, normalmente em cadelas e gatas não castradas, contribui para o aparecimento de neoplasias mamárias. Já que quanto mais hormônio circulando, maior a predisposição a desenvolver o câncer mamário.

 

SINTOMAS

O câncer tem sintomas sutis para a identificação, mas existem alguns que muitas vezes podem ser observados:

  • Dores nas regiões mamárias
  • Inchaço ou aumento das mamas
  • Presença de secreções com odores desagradáveis
  • Caroços nas mamas ou em toda região mamária

Caso identifique algum “caroço”, deve-se ir imediatamente ao médico veterinário, por menor que seja. Quanto antes identificar um “nódulo ou tumor” mais eficiência terá o tratamento.

 

TRATAMENTO

Infelizmente, os sinais mais claros da presença de um nódulo, seja maligno ou benigno, aparecem em estágios mais avançados da doença. E, caso a tumoração não seja contida, corre-se o risco de gerar metástase, ou seja, a célula cancerosa se desenvolve em outra parte do organismo que não a de origem.

Assim que identificado algum tumor/caroço, o animal passa por uma triagem de exames, entre eles: citologia aspirativa do nódulo, ultrassom de abdômen, raio-x do tórax, exames de sangue e até tomografia computadorizada. Com os resultados, o veterinário certifica-se em qual estágio a doença se encontra e qual o melhor tratamento.

Na maioria dos casos, a principal opção é a cirurgia para retirada total do tumor do organismo do pet. Normalmente, nos nódulos benignos, só ela já é suficiente para a retirada do mesmo. Mas nos malignos, costuma-se realizar uma quimioterapia paralela e um intenso cuidado para que não haja reincidência nem metástase após a cirurgia.

 

PREVENÇÃO

Segundo especialistas em oncologia animal, a melhor prevenção é a castração, de preferência antes do 1º ciclo do cio, pois as chances de desenvolverem tumores cai para 0,5%, ou até o 3º ciclo. Lembrando que cruzar não diminui o risco, não há relação entre câncer de mama e maternidade.

Outra dica é criar uma rotina de palpação dos pets, buscando investigar se há pequenos caroços (nódulos) ou algo anormal no bichano.

O câncer de mama é silencioso e com sinais muitas vezes sutis, como tristeza, falta de apetite, febres ou vômitos. E quem mais indicado do que seus tutores para perceberem as mudanças nos seus pets? Fiquem atentos a qualquer mudança quanto ao comportamento dos animais e em seus corpinhos, além de levá-los sempre ao médico veterinário, o que pode possibilitar um diagnóstico precoce, bem como uma considerável chance de cura.

 

FONTE: MELHORES AMIGOS, MUNDO PET, JORNAL ESTADÃO

Todas as notícias

Onde estamos:

Curitiba, Paraná

Envie um email:

expopetcuritiba@gmail.com

Ligue já:

41 3336-6559

Quer ser um expositor? Nós ligamos pra você!